das redes para o beco


Há quase sete anos eu não me desconectava... por uns trinta dias. Adianto: só foi possível vencer esse desafio na virada de 19 para 2020.

Aproveitei as “férias escolares” para a quase completa desconexão das redes sociais.

Pedi licença aos grupos de trabalho (WhatsApp), deixando claro que em fevereiro eles poderiam me adicionar novamente.

Na sequência, decidi que postaria o mínimo de fotos e notícias. Só compartilhei posts de suma importância, de acordos feitos no ano anterior.

Desliguei-me um pouco. Não. Desde 2013, eu não me afastava tanto das redes.

Uma experiência incrível.

Fui fazer outras coisas: carregar tijolo, peneirar areia, ajudar a tirar o nível, olhando a marca d’água na parede com muito cuidado, no desequilíbrio e no sem jeito que sempre fui. Acompanho de perto a reforma da minha casa.
Com a reforma (aquela bagunça dos virados), tivemos que sair do lote. “Por conta de umas questões paralelas”, estamos morando em um barracão na quebrada mesmo.

É nesse barracão com apenas três cômodos que escrevo este texto. Lá fora cai uma chuva medonha, dessas que o Sudeste não recebia há muitos e muitos anos. Porém não quero tratar desse assunto, ele já está em todos os noticiários. Só se fala nisso.

Quero lhe contar essa outra experiência:

– Viver num barracão, percorrendo os becos dia e noite, tem provocado em mim algumas arruaças, pensamentos múltiplos, coisas que o mundo vê como conflitos mínimos.

No momento, os microrrelatos do beco, os diálogos estão provocando um quase-curto-circuito na minha escrita. A realidade em farelo, migalha, tudo misturado nos fios de cabelo branco.
No mês de março, dentro daquela sessão “Crônica de Quinta”, pretendo publicar esses recortes absurdos do beco. O que acha da ideia?

Mas antes da publicação dos próximos textos, quero lhe agradecer por acompanhar meu trabalho; seja o de escritor; seja de professor; seja o de produtor cultural.  

Estamos de volta!

... farelos por aí ...

Detalhe: todas as imagens são minha quebrada! 

0 Kommentare:

Postar um comentário

+