A guardiã de histórias


Você já imaginou um lugar onde ao invés de livros nas prateleiras, o que se tem são mortos, que estão lá para compartilhar suas experiências? 

Em "A guardiã de histórias” é exatamente isso que acontece. Esses mortos são chamados de "Histórias" e a nossa protagonista, Mackenzie Bishop, é uma de suas guardiãs. Sua função é impedir que histórias muito violentas sejam acordadas, entretanto, Bishop descobre que há alguém alterando e apagando pedaços essenciais de histórias, e terá que solucionar esse problema.

Mackenzie é uma jovem de 16 anos, que acaba de perder seu irmão mais novo e seu avô/ mentor. Com tudo isso, Mac vive uma relação bem estreita com seus pais e, além disso, ela não pode contar para ninguém que é uma guardiã, o que piora sua vida social com os pais e os amigos.

Após notar que há algo errado com as memórias do arquivo, o lugar onde são guardadas as histórias, Mac tenta a qualquer custo descobrir a verdade. E acaba se envolvendo em alguns dilemas desse lugar, o que faz com que ela seja perseguida por alguns membros que não querem que ela descubra alguma verdade.
O livro oscila entre o presente e o passado. Em alguns dos capítulos vemos memórias narradas por Mac, dos momentos em que esteve com o avô, embora possua muita informação, é isso que torna a leitura do livro mais dinâmica e rápida.

Além de Mac, os personagens são muito bem construídos, os pais da garota são intrigantes e nos fazem querer entender um pouco mais. E no meio disso tudo temos Wesley , que se envolve com a protagonista de modo que nós leitores não sabemos se apoiamos ou não, pois ao mesmo tempo que vivem uma história fofa e bonita, percebemos que em muitos episódios o garoto é responsável pela distração de Bishop.

A guardiã de histórias é um livro de 2016 escrito por Victoria Schwab, e faz parte de uma trilogia denominada " The Archived".  Se você ler um, vai querer ler o outro.

Então, desejo uma boa leitura!!!

+