Pedro, o Cordeiro

Lucas Henrique Reis Bahia*

Mefítico, ojeriza inexorável. Carne dilacerada ao chão, sangue de guerreiro, incauto, pechisbeques sem valor. Não obstante soubesse o que estava acontecendo, não poderia interferir. Era incauto, mas mesmo assim não deixava transparecer.
Pedro sabia que aquela guerra poderia ser o fim. O fim da humanidade, não se sabia quem ganharia se eram os aliados ou o eixo, mas dentro das trincheiras havia o factício odor mefítico de cadáveres. Verdadeiras bombas biológicas espalhavam doença à população. O sangue deixava a água vermelha e impotável.
E as pessoas sem vida.
E a vida monótona.
E a tristeza no olhar de quem via tamanha destruição. Engenharia humana? Armas destroem, impactam o planeta o qual não aguenta mais tamanha destruição. Está cansado de sua população.
Pedro sabia disso e lutou pela igualdade, lutou pela paz, mas mesmo assim não conseguiu. Morreu tentando. Não podia fazer muito. Era apenas um franzino soldado que acreditava em um mundo melhor e continuou lutando por esse mundo até os últimos segundos. Sua morte significa apenas uma gota a mais no oceano, porém ele sabia: sem essa gota o oceano seria menor.
                                                                          *Lucas Henrique Reis Bahia é estudante do 1º ANO - EM
Nota: a fotografia desta postagem está disponível em: 
<http://www.history.com/shows/the-bible/pictures/episode-4-mission/the-bible-86>

+