Trágico amor


Ana Sophia Rodrigues*

Nos olhos só tristeza. No coração, um vazio. E na alma, rancor. Uma jovem doce e inocente lutava por sua sobrevivência e zelava pela imagem de “boa menina” deixada por sua mãe que sempre lhe ajudou nessa dura e longa batalha, chamada vida.

Apaixonada por um rapaz que, em seus pensamentos, era o homem que mudaria sua vida. Mudaria sim, mas para pior. O jovem rapaz, cabelos lisos e pretos, era o tipo de pessoa que seu pai lhe ensinara que devia manter distância. Porém quanto mais os dias se passavam, o tempo mudava, os sentimentos se tornavam mais intensos.

Até...

Até que um dia o destino juntou ambos, mas não para que fossem felizes, e sim para que ela aprendesse a ouvir seu pai e não sofrer pela pessoa que não merecia suas lágrimas.

A vida da garota mudou completamente, todo o dinheiro de seu trabalho virava pó no nariz de seu parceiro, que era viciado em drogas. E todo seu corpo se transformou em saco de treinamento de boxe nas mãos daquele homem.

Na rua ela sorria, quem via pensava que estava tudo bem, porém aquele sorriso era apenas um disfarce de toda sua dor. Em casa, o sorriso se transformava em lágrimas que escorriam pelo seu rosto, mostrando todo sofrimento.

 Aos poucos, todos aqueles sentimentos foram esquecidos, foram apagados e pelo vento levados. Ela não aguentava mais, ansiava pela separação. Eles conversaram, e sim, ouve a separação, não apenas a do casal, como também a separação dela com o resto do mundo.
Uma distância eterna que a afasta de todos e a aproxima de Deus.

* Ana Sophia Rodrigues é violinista e aluna do Ensino Médio 

A imagem que ilustra este post está disponível em: <http://www.vozdabahia.com.br/listas/posts/226912.png>
+