Uma clave de lá

Ao certo, não sei de quem herdei o hábito. Herdamos. Meus irmãos mais velhos também apreciam. Um porque é artista dos instrumentos musicais (um luthier), constrói pandeiros, tambores, caixas de folia e kalimba.
O outro é pedreiro, concentra-se tanto nas bases da construção quanto nos detalhes do acabamento. Com suas diversas ferramentas, vai construindo abrigo e conforto ao mundo dos lares. Por isso a herança lhe é demasiadamente necessária.  
Somos herdeiros de um hábito comum: ouvir música enquanto executamos outras atividades. Ao contrário do que se pensa, com a gente, os gêneros musicais escolhidos acalmam, relaxam e, às vezes (quase sempre), orientam decisões, jogam luz em nossos passos.
Há uma música para cada minuto dos nossos dias.

+