Quero montar SPA

Na penúltima Bienal do Livro em BH, a jornalista Míriam Leitão confessou que a leitura de poemas foi muito importante na sua formação. Lendo esse gênero do mundo da literatura, ela enriqueceu o seu vocabulário, melhorou o ritmo dos seus textos, sintonizando-os com a intencionalidade crítica.

Na periferia de São Paulo, centenas e mais centenas de pessoas tiveram suas vidas transformadas depois do contato com o gênero. Sérgio Vaz afirma "a pessoa muda a poesia e a poesia muda a pessoa". 

Na segunda, uma prima declarou com todas as letras que é fã de poemas. "Eu até leio romance, mas livros de poemas...pode me arrumar uns dez, que eu devoro, viajo, curto de montão".

Por que é um gênero tão maltratado em algumas escolas? Por que as editoras publicam apenas os clássicos ou os mortos?

Estou na defesa da criação da Sociedade dos Poetas Ávidos. 

O que acham?     
+