Pelo começo?

Brincando com a correria do cotidiano. Você já se viu diante de uma série de questões para resolver e ficou sem saber por onde começar? Algum espertinho pode responder, via senso comum: “pelo começo, ora!”
         Meu querido, e quando a gente não sabe informar onde é o começo? E tem mais, e o dominó, o efeito cascata...ali quando uma peça precisa de outra que precisa daquela outra, entendeu?
        E quando você não consegue concentrar em uma atividade porque tem outras mais urgentes para serem resolvidas. Só que essas outras não dependem necessariamente de você. Mesmo fazendo sua parte, ao depender do outro, poderemos perder um prazo... e aí, como fica?

         Minha quarta-feira está um pouco nessa linha. 
         Quero água. 

Imagem disponível em: <info.abril.com.br/images/materias/2013/10/thumbs/thumb-32928101028-agua-resized.jpg>
+