Oração ao Farelo, por Paulo Fernandes



Oh, Hermes! Deus da escrita e da magia,
 Dai-nos o farelo nosso de cada dia,
Não deixeis que lhe falte a palavra, nem a magia da poesia
Abençoai seus dias e noites com grande sabedoria
Fazei com que seus olhos e ouvidos nos tragam
Sempre a alegria da proesia
Dê-lhe o pão de cada dia, repleto de chão e fantasia
Enchei nossos olhos de encantamento
E nossa alma de amor e sabedoria
Oh,Hermes! Deus da escrita e da magia,

Dai-nos o farelo de cada dia....
Há três anos, recebi esta linda prece, composição do parceiro Paulo Fernandes. Para a composição, o artista bebeu em ricas fontes da nossa cultura: uma dose de Oswald de Andrade, poeta do Modernismo de 1922. E, sabendo da importância que atribuo ao grande agitador cultural das quebradas, foi lá e buscou em Sérgio Vaz a energia necessária para continuarmos firmes na luta. Porque nunca devemos condir briga com luta, "briga tem hora pra acabar, luta é pra vida inteira". 
Gratidão, Paulo Fernandes! 
"Povo lindo! Povo inteligente! É tudo nosso!"
 "Aprendi com meu filho de dez anos
que a poesia é a descoberta das coisas que eu nunca vi" (Oswald de Andrade)
Em últimas palavras, estou  muito contente de poder rever e compartilhar esta oração. Agora e sempre, inspirAÇÃO para um farelo que há por aí. 
"Quieta, Alfredo?"
Não!
Vá!
Vamos juntos. 
Amém
+