A fila não anda, corre

Na nossa quebrada, mora uma jovem que chegou ao território dos vinte anos recentemente. Tem cabelo para doar e vender. Olhos claros. Quando exagera no batom e capricha na maquiagem, é tratada pelos colegas de trabalho como uma verdadeira “Monster High”. Todas essas descrições, porém, não passam de um “traço superficial” da protagonista desta crônica. 
Liz é o seu nome. E será a única parte  falsa dessas linhas.  A questão é que a jovem Liz esbanja talento mesmo é na arte de se relacionar com os homens. Em poucos anos, colecionou “namorados”. Para se ter uma ideia só com o nome de Marcos, ela namorou quatro sujeitos.  
Segundo consta nas redes sociais, Liz não é muito fã desse lance de “rolo”, “ficar” ou coisa do gênero. Seu negócio é namorar, namorar sério, em casa. Coisa das antigas. E como namora essa garota, viu? Para cada ocasião do ano, ela nos apresenta um boy, como seu namorado.
Geralmente, arruma um sujeito na virada do ano ou, no máximo, ali por volta da primeira semana de janeiro. Aí vêm com aquelas promessas todas de ano novo, vida nova. E, claro, um companheiro novo também. 
De repente, uma semana antes do carnaval, resolve ficar solteira, despacha o cara logo e pula a folia “soltinha”.
– Como assim, Liz? Você já terminou com o fulano?
– Já estava na hora. O cara beijava muito mal.  
– E aquele cara com quem você estava na Páscoa?
– Morava longe. Ficava mais tempo no trânsito do que comigo.
– Espere aí, Liz, no feriado do Dia do Trabalho você foi viajar com um novo namorado?
– Comigo é assim, a fila não anda. CORRE!  
            E como essa garota procede?
Assim que termina um namoro, Liz imediatamente muda o status para “mulher solteira”.  Em seguida, resolve fazer uma varredura nas redes sociais. Retira as fotos. Não deixa nenhum vestígio.  
A impressão que se tem é que há uma lista de boys esperando que isso aconteça. Basta a jovem terminar a limpeza, que o seu Messenger lota de convites para “sair” e “conversar”. Ela nos revelou recentemente que antes mesmo de terminar um namoro já tem um brother em mente, “pronto no gatilho”.
Até a última semana, Liz estava solteira. Agora é esperar para ver... quantos namorados nossa protagonista arrumará até o Dia dos Namorados?

Você conhece alguém assim? 
+