Salão do Zezim

Da dir. para esquerda, Zezim, Paulo Fernandes, Alfredo Lima e Cecília (Out. 2013). 
Inauguração do "Livros em todo lugar"!  

Há uns 03 anos, tive o privilégio de tornar cliente do Zezim do Salão. Para início de conversa, vou logo avisando: cortar o cabelo lá não é tarefa fácil. Fila todo dia, mas vale a pena esperar. O corte é rápido e, segundo o cabeleireiro, você não paga, apenas “deixa uma contribuição”. Eu, enquanto espero, ouço e coleto histórias dos clientes para a composição de um livro somente com os relatos ouvidos/inspirados na prosa dos frequentadores.  

O Salão do Zezim é uma dos pontos do Projeto Livros em todo lugar, pois foi lá que tudo começou. Então, você entende o carinho que tenho tanto pelo dono, quanto pelo seu empreendimento. Lá você é recebido com muito carinho e um rio de alegria (nunca vi o Zezim pra baixo, numa bad... é fato) Um bom diálogo, crianças, adolescentes, senhoras. O Nacional passa por lá diariamente.

Agora, quero que conheça o poema que fiz em homenagem ao amigo e parceiro. Esses versos estarão no livro “Histórias do Salão do Zezim” (título ainda provisório). É poesia, meu irmão. Sinta: 

Aos olhos do Zezim,
o mundo é bão,
o mundo é Tião!

– Quatro na área!
– Sete chegando!
– Vai descendo!

O salão vai enchendo,
enchendo de alegria!

Não se sabe de onde
surge tanta gente:
parceiro, amigo e cliente.

Todos assistem com alegria
à mágica tesoura da sabedoria
É competência e disposição
É o nosso Zezim do Salão
                                  Bão,

                                  Tião!
+