Abujamra foi embora


O dia está assim em cinza, nuvem e brisa porque o Brasil perdeu ontem um dos seus maiores provocadores: Antônio Abujamra.  Ator, diretor e, claro, um grande intelectual. Assisti com entusiasmo o “Provocações”; em alguns casos, era mais interessante acompanhar a prosa dele do que a do convidado. Não media palavras, não poupava esforços, desferia verbos com firmeza, convicção. 
Vá com Baco e desejo que se encontre logo, logo com Brecht.
+