Não foi só um tiro

Cristian Smith, integrante dos Arautos da Poesia 
E aí, rapaziada, o “Mês da Poesia”, proposto por este maluco que lhe escreve está a todo vapor. 

E nessa briga contra a monotonia de certos dias do sistema e o povo só sabe falar de crise, propina, mas não consegue sair da rotina; confesso que o melhor que tem me acontecido foi ter recebido uns tiros, uns disparos de versos.

No domingo pela manhã, por exemplo, levei um tiro. E foi a queima roupa, olho no olho, o brother dos Arautos da Poesia (garoto acima) armou-se com os versos do Sérgio Vaz e pá.....acertou em cheio o meu coração com a sua vingança. Sinta o drama:

Vingança


“A Vingança
tem seu lado bom
se usada como convém.
Por exemplo:
se alguém disser que te ama
vingue-se dele
ame-o também.”
+