Ação simples: reações brilhantes

Leitura: descobrindo-se em outros horizontes
Ação simples: reações brilhantes. Pode lhe parecer uma equação filosófica e complexa, mas a essa foi a forma poética que encontrei para relatar uma experiência fantástica que me foi narrada no final da manhã.
Depois de ouvir e conhecer melhor o depoimento das integrantes do grupo As livros, o professor Adriano Alves repensou sua postura em relação à pratica da leitura, sobretudo, sobre o efeito desse hábito nas relações familiares. Em outras palavras, ele decidiu abrir mão de outras atividades para passar maior tempo lendo. Como?
Adriano Alves sentou um dia com a Mariana Marotta e juntos decidiram que a leitura faria parte de suas vidas: “filha, vamos ver quantos livros nós conseguiremos ler até o final deste ano?”
Agora, no último mês, ele está muito contente por ter desenvolvido com a filha o hábito de frequentar as livrarias, comentar as leituras e o mais importante: fazer com essa prática se tornasse uma ação simples, porém transformadora. O resultado do desafio?
Ele, orgulhosamente, perdeu para a filha. Orgulho, pois, para quem não imaginava ler nenhuma obra durante o ano, Adriano Alves leu três títulos. Vitória. Por outro lado, Mariana Marotta leu mais de 10 livros. Não é só isso, viu?
Com a simples — mas rica iniciativa do grupo As livros — o professor Adriano Alves aprendeu que a leitura é uma “prática contagiante.” E diante desse depoimento, confesso, caro leitor, que foi difícil segurar a emoção. Impossível não se arrepiar com a notícia de que um brother se dispôs a ser exemplo de encantamento pela leitura.  

Parabéns ao grupo As livros, ao professor Adriano Alves e, claro, a nossa vencedora, a pequena Mariana Marotta!  

Imagens disponíveis em: <http://www.menosumnaestante.com/wp-content/uploads/2012/08/menina-deitada-bookporn.jpg>
+