Poema no ENEM

Este texto é voltado para os estudantes que realizarão o Exame Nacional do Ensino Médio, famoso Enem. Em especial, quero discorrer brevemente sobre a prova do 2.º dia, o caderno de “Linguagens, Códigos e suas Tecnologias”.  
No ano passado, fiz um levantamento de gêneros textuais presentes nesse bloco. Confesso que fiquei assustado com a quantidade de textos artístico-literários, em especial, ao gênero poema, considerando nesse caso, as letras de música.
Nesse sentido, queridos, não há como escapar dos textos em versos. Mande pela janela aquele seu preconceito fresco de que não gosta de poema, ok? Será impossível não ter que enfrentá-los. Por isso mesmo, exercite-se o quanto antes para “mandar bem” nessa habilidade.
Ainda sobre os poemas, não poderia deixar de destacar — sem nenhuma novidade — a presença marcante de alguns poetas. É que os responsáveis pela elaboração das provas adoram Carlos Drummond de Andrade (presente em praticamente todas as edições do Exame). Manuel Bandeira também é bastante cobrado.
Não deixe de ler o poema de hoje pela prova que você terá que fazer em novembro.

Farelos de E
NEM... .
+