O besouro atrapalhado

Pedreira Padre Lopes - BH
“Festa na Floresta”, eis o tema de uma apresentação teatral solidária da qual fiz parte na década passada. A encenação aconteceu na Comunidade da Pereira Pare Lopes, em Belo Horizonte, a convite de uma amiga para uma creche.

Confesso que por falta de dedicação — últimos períodos da faculdade — atuei mal. Eu poderia ter feito melhor, mas nunca é tarde para pedir perdão. E só agora me dei conta disso.

Foi naquele dia também que a vida me deu um rápido soco de gratidão, um tapa na chuva. Vai lendo, que logo entenderá os afetos...

Ao final da apresentação, recolhendo os figurinos para ir embora, a responsável pelo projeto social nos procurou.

— Não temos dinheiro, mas podemos pagar vocês com livros?

Não fomos apresentar por dinheiro, mas fomos presenteados de uma forma inesquecível. Presente melhor não havia. Não há. E foi naquele domingo de fim de tarde...na Pedreira Padre Lopes.... que entrei em contato com todos os volumes de “Em busca do tempo perdido”, de Marcel Proust, clássico da literatura francesa.

Assim...aos poucos, vocês vão entendendo a minha relação com a literatura, bem como a importante missão de espalhar livros em todos os lugares.


Imagem disponível: ww.observatoriodadiversidade.org.br/oficinadememoria/wp-content/uploads/2011/09/Pedreira-Prado-Lopes.bmp
+