4 em 4


Na volta pra casa, mexendo no “facetruque”, enquanto o sono não vinha, eis que o brother Sérgio Vaz postou: “A maior vergonha da história é a escravidão”. Cansei de ler, ouvir e assistir a comentários do tipo:

— Estou decepcionado. Nós fomos humilhados em campo.

Decepção foi a palavra do dia, mas trata-se de um esporte. Com todo respeito, será que todos aqueles jogadores merecem o nosso luto? Estavam preparados para jogar um futebol a lá Alemanha?
Ah, deveríamos estar decepcionados com a saúde que não melhora nem de 4 em 4 anos. Deveríamos estar decepcionados com a corrupção no seio da nossa política. As verbas desviadas para a educação, estradas, segurança, etc...

— O futebol era nossa única esperança!

Espere aí, meu caro, você pode não ter aprendido a perder, mas nasceu sendo humilhado, massacrado com os altos impostos, está cansado de ser passado pra trás com as manobras dos nossos governantes. Daqui a pouco vai falar também que o futebol é a única alegria do povo brasileiro.

O futebol (artigo definido + substantivo masculino). Um dos nossos esportes, para uns; para outros, um grande negócio. Reconheço que esse esporte é sim uma das nossas alegrias (agora, tristeza); mas não é a maior. Pense nisso, enxugue essas lágrimas. Saia desse luto que não lhe pertence. Está um dia lindo lá fora...
+