Dia de quê?


Quinta-feira, feriado nacional. Dia de que mesmo? Ah, sim, do Trabalho. Que coincidência maravilhosa! Passei o dia trabalhando. E quer saber? Foi fantástico. Aliás, trabalhar é muito bom. A sensação de ser útil ao mundo faz um bem danado, você não acha?

Só no início da noite, depois de ouvir Ave Maria, que rolou um tempinho para eu pensar no Dia. Na caixa de e-mail, uma amiga compartilhou a pintura “Operários”, Tarsila do Amaral, imagem que ilustra esta postagem. Data bem oportuna para refletirmos um pouco sobre as faces do Brasil.

Somos diferentes, com diversas crenças, com várias religiões, inúmeros problemas na área da educação, da saúde, economia,etc. Os ratos da corrupção trabalham muito. A politicagem impera desde Cabral. O voto de cabresto permanece em alguns estados. Há outras Ditaduras, digamos, invisíveis, líquidas. Mas quer saber?

Não é por isso que vou parar de trabalhar e cruzar os braços, mesmo sem fé na política, não vou parar de lutar por um país melhor. E quer saber mesmo? Eu não arredo o pé daqui nem a porrete. E você?


Felizes Dias de Trabalho, sempre!   
+