Descobrindo o tamanho da noite

Há descobertas que a gente só faz depois de muita insistência. Por mais que os nossos antepassados tenham deixado as pistas, por mais que os nossos avós tenham desenhado os sinais na parede dos templos, não há explicação.

Descobrimos, às vezes, naquele momento emergencial. Sobre o que estou dizendo? Ah, eu ainda não falei. Meu Deus, é que estou encantado, perplexo com o tamanho da noite. Num dia desses aí eu dormi mais de 9 horas. Como isso é maravilhoso!


Há tempos não dormia com as galinhas, acordava com os galos e aprendia com o som da água atrás da casa com sua asas. Os sonhos encontraram paz no balanço das árvores e o meu corpo ficou assim... leve, leve. 

Bucolismo que rejuvenesce.
+